Educação Integral: utopia, desafio e possibilidade


Educar integralmente é dar todas as possibilidades e ferramentas possíveis para o ser humano aprender, seja ele criança, jovem, adulto ou idoso. Porém, o sistema educacional brasileiro não consegue desenvolver com eficiência nesta sociedade desigual, excludente, racista e elitista.
Mas, a utopia e a fé de que é possível mesmo em condições adversas, ensaiar uma educação com mais tempo e oportunidades para aprender é que nos aventuramos neste desafio.
A Educação Integral pensada por Anísio Teixeira não é essa que desenvolvemos com este programa proposto pelo Ministério da Educação em parceria com as Secretarias Municipais e Estaduais de Educação, onde temos que fazer milagres com migalhas, auxílio transporte e alimentação para educadores e etc.
As mazelas já sabemos, o que queremos é transformação educacional e isso buscamos a cada dia. É uma alegria imensa, quando chegamos na escola e recebemos o abraço afetuoso de crianças e adolescentes que expressam sua satisfação de participar do Programa de Educação Integral Mais Educação.
Que os gestores públicos e todo o sistema repensem seus atos para que a educação integral realmente aconteça.
" Não quero dinheiro, pois ele acaba e as traças roem, quero aprendizado, conhecimento e saber pois, eles me enriquecem e transformam o mundo" (Profª Analia Santana).
Acreditamos que as crianças e adolescentes pobres, negras, marginalizadas e excluídas pelo capital e pela globalização merecem que apostemos no sucesso delas como as classes A e B investem e apostam nas suas.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Projetos das Oficinas : Projeto : Minha Horta Escolar

ESCOLA MUNICIPAL NOVO MAROTINHO
Avenida Aliomar Baleeiro S/N – Novo Marotinho – CEP: 41350100
Tel: 3611-7820/21
E-mail: esc-nmarotinho@pms.ba.gov.br
Blog: http://escolanovomarotinho.blogspot.com/

Programa Mais Educação : Minha Horta Escolar

Público Alvo: 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental
Turnos: Matutino e Vespertino
Áreas do Conhecimento: Todas
Eixos Temáticos: Meio Ambiente, Alimentação Saudável e Educação Ambiental
Coordenação Geral: Diretor Prof. José Nivaldo A. Lima e Equipe gestora
Oficineiro/ Educador: Silvio Fiúza
Coordenadora do Mais Educação: Anália Santana


Justificativa:
O que escolhemos para nos alimentar vem das experiências aprendidas com os familiares e também na escola. As escolhas alimentares podem ser transformadas se nos forem dadas opções de alimentos diferentes, nutritivas e saudáveis. Nosso país tem um histórico de fome e desnutrição infantil que influencia no desempenho educacional de crianças e jovens em idade escolar. Nesse sentido a Horta Escolar constitui-se com uma espaço educador de ampla de atuação pedagógica, porque desenvolve conceitos teóricos e práticos de forma dinâmica, envolve diferentes áreas do conhecimento conceitos biológicos, matemáticos, geográficos, históricos, culturais, lingüísticos, educação física, educação ambiental e etc. Além disso, incentiva as famílias e crianças no cultivo doméstico de alimentos naturais e melhoria da saúde alimentar.
O Projeto Horta Escolar reconhecido pelo MEC, através da LDB9304/96, dos PCNs e do Programa Nacional de Educação Ambiental com apoio do Ministério da Saúde faz com que o alunado aprenda a conviver e interagir com o meio ambiente ativamente.
Não podemos esquecer que através da horta é possível um resgate da cultura alimentar e das plantas medicinais da nossa região influenciada pelas culturas indígena, africana e européia tão ricas em diversidade de plantas, raízes, grãos, frutos e folhas. O contato com a terra base da atividade produtiva possibilita aos educandos o cultivo de variados tipos de verduras, legumes e folhas ricos em vitaminas e sais minerais indispensáveis ao nosso corpo .Portanto, o Projeto Horta Escolar contribui para a formação de cidadãos conscientes, responsáveis socialmente como também oportuniza aprendizagens novas e significativas.

Objetivo Geral:
Desenvolver no ambiente escolar, estudos, atividades práticas na Horta Escolar e debates com participação ativa dos alunos para a construção de um ambiente saudável e comunitário com estímulo a alimentação saudável, ao desenvolvimento da solidariedade,da cooperação da fraternidade e da educação ambiental com práticas positivas.
Objetivos específicos
Valorizar o cultivo de hortaliças na escola.
Compreender a importância da terra e do trabalho no campo como imprescindíveis para a vida na cidade.
Identificar algumas vitaminas e nutrientes presentes nos alimentos naturais e sua importância para a nossa saúde.
Conhecer técnicas orgânicas de adubação plantio e controle de pragas em horta.
Cooperar para o desenvolvimento do trabalho coletivo e a construção de um ambiente saudável e a educação ambiental.
Reconhecer a importância da alimentação natural como adequada a boa saúde.
Participar ativamente da preparação do solo, da adubação, do plantio, do controle de fungos e pragas e da colheita na horta escolar.
Interagir com as diversas áreas do conhecimento.
Classificar os tipos de hortaliças

Desenvolvimento
Atividades coletivas de rodas de conversa, reflexão e aula multi mídia para sensibilização do projeto.
Divisão de grupos de15 a 20 alunos por atividades na horta.
Pesquisa de nomes de hortaliças e visita as áreas que serão transformadas em canteiros, uso de garrafas peti para canteiros suspensos.


Manejo
Para o manejo da horta serão utilizados grupos de alunos do Programa Mais Educação com participação e acompanhamento ativo do Educador Comunitário, observando os seguintes critérios:
Levantamento dos conhecimentos prévios dos alunos
Preparo do terreno, afofar a terra e adubação.
Irrigação diariamente ( manhã e tarde).
Preparação das mudas e plantio das sementes.
Limpeza de canteiros, leiras para retirar plantas daninhas
Observação da fotossíntese da horta para controle de ( insetos, pragas,bactérias e vírus.
Classificação das hortaliças em: folhas ( alface,couve,repolho,acelga.chicória etc.,), frutos: tomate,berinjela,pimentão,quiabo, etc.), flores: couve-flor,brócolis,alcachofra e etc.), raízes: cenoura,beterraba,batata doce, rabanete,nabo, cebola e etc.), condimentos: coentro, hortelã, salsa, cebolinha, alho)plantas medicinais ( erva-doce,erva-cidreira capim santo e etc.).
Uso de técnicas básicas de produção,nivelamento da área e construção dos canteiros.
Uso de cascas de frutas,verduras e restos de alimentos para preparação de adubo orgânico.
Colheita
A colheita será realizada obedecendo ao período de amadurecimento de cada hortaliça com higienização e o acompanhamento do Professor Comunitário e também das merendeiras.


Consumo
Os produtos colhidos na Horta Escolar da Escola M. Novo Marotinho serão utilizados na Merenda Escolar e também sortearemos alguns kits horta entre os alunos participantes do projeto.






COMBATE AS PRAGAS - SOLUÇÕES PRÁTICAS E BARATAS


INSUMO MODO DE PREPARO MODO DE USO/INDICAÇÃO
Chá de Sabugueiro Ferver 300g de folha em 1 litro de água Pulverizar
Controla pulgões
Solução Água e sabão 50g de sabão picado em 5 litros de água. Ferver Pulverizar depois de esfriar
Controla pulgões e cochonilha
Gergelim Providenciar um caminho de gergelim em volta do canteiro Controla formigas, pois mata o fungo do qual se alimentam.
Suco de Pimenta Fazer suco de pimentas vermelhas e água Pulverizar
Controla formigas cortadeiras
Leite de Vaca Usar puro Pulverizar puro nas plantas controla o oídio em abóboras
Soro de Leite Usar puro Pulverizar
Controla ácaros
Macerado de Camomila Imergir um punhado de flores em água por 2 dias Pulverizar
Controla doenças fúngicas
Macerado de Cebola 1 kg de cebola em 10 l de água, deixar curtir por 2 dias Diluir na proporção de 1:3 - Pulverizar
Controla lagarta e pulgões
Cobertura com casca de arroz Utilizada como cobertura morta entre as plantas Controla pulgões e moscas brancas
Macerado de manjericão 1 kg de manjericão em 1 l de água por 1 hora em descanso Diluir na proporção 1:3
Controla besouros
Coentro Cozinhar folhas de coentro em 2 l de água Diluir na proporção de 1:3
Controla ácaros e pulgões

Fonte: Projeto Horta Mogi das Cruzes Minas Gerais.2006


Tabela Informativa:

HORTALIÇA VALOR NUTRICIONAL COMBATE
Tomate Vitamina A,C E e Ferro, Potássio Maior resistência aos vasos sangüíneo, combate a infecções
Cenoura Vitamina A, vitaminas do complexo B, cálcio, fósforo Regula o aparelho digestivo, purifica a bile e fortalece a pele
Cebolinha Cálcio, ferro, niacina Estimula o apetite, ajuda na formação de ossos e dentes
Abobrinha Cálcio, ferro, vitaminas do complexo B e fósforo Contra a fadiga mental, ajuda na formação de glóbulos vermelhos
Salsa Ferro, vitamina A Diurético, revitalizante
Alface Ferro, cálcio, niacina, vitamina C Combate insônia, ajuda na cicatrização dos tecidos
Almeirão Vitaminas do complexo B e vitamina A Protege a pele
Beterraba Vitamina C, açúcar, vitamina do complexo B e vitamina A Laxante, combate anemia e descongestionante das vias urinárias
Couve Ferro, Vitamina A, cálcio,fósforo Tônico, cicatrizante, estimulante do fígado
Repolho vitamina A e C Combate infecções, depurativo do sangue, estimula a produção de hormônios
Rúcula Iodo, vitamina A e C Cambate a fadiga, depura o sangue
Manjerona Sais Minerais Estimula a eliminação de muco nas vias respiratórias
Erva Cidreira Sais Minerais Tonico nervoso, combate cólicas intestinais
Hortelã Sais Minerais Analgésico, vermífugo,
Brócolos Sais minerais Flatulência, cólicas abdominais, diarréia
Espinafre Vitamina A, tianina, potássio, ferro Combate a desnutrição, manchas na pele e diabete
Berinjela Sais minerais sódio, vitamina A Antioxidante, baixa colesterol atua no fígado e

Fonte: Projeto Horta Mogi das Cruzes 200

TABELA DE SELEÇÃO DE HORTALIÇAS

Família Hortaliças Época de Plantio
J F M A M J J A S O N D
Apiácea CENOURA x x x x x x x x x x x x
COENTRO x x x x x x
SALSA x x x x x x x x x x x x
FUNCHO x x x x x x
Aliácea CEBOLINHA x x x x x x x x x x x X
Brassicácea AGRIÃO x x x x x
COUVE x x x x x x x x x x x x
COUVE – FLOR x x x x
RABANETE x x x x x x x x x x x x
REPOLHO – INVERNO x x x x x x x
REPOLHO – VERÃO x x x x x
BROCOLI x x x x x x x x x x X
Malvácea QUIABO x x x x x x x x
Fabácea VAGEM x x x x x x x x x X
ERVILHA x x x x x
ESPINAFRE x x x x x x x x x x x x
BETERRABA x x x x x x x
ACELGA x x x x x x x x
cucurbitácea PEPINO x x x x x x x x
ABOBRINHA ITALIANA x x x x x x x x x x x x
ABOBRINHA MENINA x x x x x x x
Solonácea PIMENTÃO x x x x x x x
TOMATE x x x x x x x x x x x x
BERINJELA x x x x x x
Compositae ALCACHOFRA x x x x

Fonte: Projeto Horta Mogi das Cruzes Minas Gerais: 2006





Avaliação
Acompanhamento e registro da participação dos alunos nas diversas atividades desenvolvidas.
Avaliações orais e escritas.

Referências
Manual para Escolas; A escola promovendo Hábitos Alimentares Saudáveis, Clarissa Hoffman Irala, Patrícia Martins Fernandez, coordenação Elisabetta Recine Universidade de Brasília ,Campus Darcy Ribeiro FUNSAUDE Departamento de Nutrição com Departamento de Políticas de alimentação e Nutrição da Secretaria de Políticas de Saúde do M. da Saúde


Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes, Secretaria Municipal de Educação: Projeto Horta Escolar, Maria Inês Neves Costa Soares, Agosto de 2006.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir